Praia do Amor, a arena de surf da Pipa

Praia do Amor, a arena de surf da Pipa

Rumores de uma praia paradisíaca a 80km sul de Natal com ondas constantes e pesadas começaram a atrair surfistas exploradores nos anos 70.

Com seus cabelos longos e pranchas embaixo dos braços, os primeiros surfistas foram chegando e sendo bem recebidos pelos nativos pescadores que indicaram onde havia uma praia com ondas o ano todo. Quando os surfistas se deparavam com esse cenário paradisíaco, logo entendiam que os rumores eram reais e que ali estava uma pérola do litoral potiguar.

Com suas famosas ondas, a Praia do Amor se tornou referência do surfe nacional e cartão postal de nosso município.  A mais famosa e badalada praia entre jovens e descolados é hoje palco de vários campeonatos regionais, estaduais e brasileiros, ficando marcada como referência na história do surfe nordestino.  Ela possui um potente fundo de areia (beach break) tendo abaixo da areia uma laje que faz a onda funcionar e em seus dois lados extremos limita-se por pedras escuras e afiadas remanescentes das falésias que em algum ponto da história se estendiam mais a frente de onde estão hoje.  A Praia do Amor nem sempre teve este nome, conhecida e denominada pelos moradores mais antigos como Praia dos Afogados, tem ondas agitadas e não é uma praia propícia para banho em profundidade acima da linha da cintura mesmo para nadadores experientes, devido as correntes de retorno que já causaram o afogamento de várias pessoas ao longo de sua historia.  Hoje em dia, este número baixou consideravelmente, muito devido aos salva-vidas voluntários locais, tais como Camilo, Cristiano e Gelsson, entre outros instrutores e surfistas que frequentam diariamente a praia. Seu cenário inspira romantismo e aguça os sentidos, suas ondas atraem os melhores surfistas do Brasil e quem passa por ali a qualquer momento do dia verá um show de manobras fortes e muitos aéreos.

Surfistas locais como Rafael Joaquim, Arlan Duarte, Madson Costa, Tom da Pipa e Patrício Marinho já viajaram o Brasil e se deram bem em campeonatos da elite do surfe nacional, treinando diariamente nas ondas da Praia do Amor.  Com condições variadas ao longo do ano, se tornou um celeiro de ótimos surfistas e uma arena de manobras modernas e progressivas. Com ondulações de leste, sudeste, norte ou nordeste, as ondas podem chegar a até 6 pés de face tendo sessões com pista curta e sessões com pista extensa, dias de tubos e ondas em pé, ou dias de ondas mais deitadas. Com terral ela fica lisa e perfeita, com maral ela ganha volume e fica mexida.  Seja qual for a condição, as ondas sempre funcionam, até quando toda a região esta parada, se você for a Praia do Amor, verá surfistas manobrando e voando acima do lip da onda.

Por Isaac Ache. Texto originalmente publicado na Revista Bora – edição 05 – Abr/Mai 2014





Galeria de ImagensClique para ampliar

Surf Praia do amor, arena do surf de Pipa
surf Praia do amor, arena do surf de Pipa
Surf Praia do amor, arena do surf de Pipa

Compartilhar Praia do Amor, a arena de surf da Pipa